quinta-feira, 25 de junho de 2015

Cristiano Araújo e manorada morre em acidente de carro.

O cantor e compositor sertanejo Cristiano Araújo morreu na manhã desta quarta-feira (24), aos 29 anos, após sofrer um grave acidente de carro. A namorada de Cristiano, Allana Moraes, 19, também estava no carro e morreu no local. O velório do casal será aberto ao público no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia (e não mais no Ginásio Goiânia Arena) –o horário ainda não foi revelado. Dono de hits como “Maus Bocados”, “Cê Que Sabe” e “Hoje Eu Tô Terrível”, Cristiano Araújo era, ao lado de Gusttavo Lima e Luan Santana, uma das revelações do sertanejo dessa década e era conhecido por incluir o ritmo do arrocha em suas músicas. Cristiano havia acabado de fazer um show na cidade de Itumbiara (a 200 km de Goiânia), na madrugada desta quarta-feira (24), quando o veículo em que estava capotou por volta das 3h da manhã na rodovia Transbrasiliana (BR-153), na altura do quilômetro 613, entre os municípios de Goiatuba e Morrinhos.

Carro onde o cantor Cristiano Araújo e a noiva estava foi destruído O sertanejo chegou a ser levado em estado grave, com hemorragia interna, para o Hospital Municipal da cidade de Morrinhos. De lá, foi transferido de helicóptero, mas chegou ao Hugo (Hospital de Urgência de Goiânia) já em óbito. Cristiano Araújo era uma das principais atrações desta quarta-feira no São João de Caruaru, tradicional festival de Caruaru, em Pernambuco. Ele deixa dois filhos, João Gabriel, de 6 anos, e Bernardo, 2. O acidente O inspetor Newton Moraes, da Polícia Rodoviária Federal, disse em entrevista ao programa “Hoje em Dia”, da TV Record, que “provalmente sono ou excesso de velocidade tenham contribuído para que o condutor –o senhor Ronaldo– tenha perdido o controle da direção, batido no canteiro central e estourado os quatro pneus do veículo”. Em comunicado, o Hospital de Urgência de Goiânia informou que “o cantor apresentava várias fraturas pelo corpo” e que “já chegou em óbito ao Hugo” –a morte foi constatada e registrada às 8h27 e as causas estão sendo investigadas pelo Instituto Médico Legal. Ao UOL, o sargento Leandro Mariano, do Corpo de Bombeiros de Morrinhos, disse que, de acordo com a chamada Escala de Glasgow, que mede o nível de consciência de uma pessoa e que vai de 3 a 15, o cantor foi resgatado do local do acidente já no estágio 10. Ainda segundo informações do sargento, o cantor e a namorada estavam no banco de trás do carro. O empresário do cantor, Victor Leonardo, estava no banco do passageiro, enquanto o segurança, Ronaldo Ribeiro, dirigia a Land Rover — ambos tiveram ferimentos leves e passam bem. “O motorista disse que não sabia como aquilo tinha acontecido, e foi transportado pela ambulância da prefeitura de Goiatuba que passava pelo local. O corpo de Allana foi levado para o IML de Morrinhos”, afirmou o sargento. Trajetória Cristiano Melo Araújo nasceu em Goiânia, no dia 24 de janeiro de 1986, cercado pela música sertaneja que sua família trazia como tradição. Aos seis anos, ganhou dos pais o primeiro violão e começou a se apresentar em festivais regionais. Aos 10, fez sua primeira composição e, três anos depois, gravou seu CD de estreia, com apenas cinco músicas, para participar do programa “Domingão do Faustão”. Ficou entre os melhores da região Centro-Oeste e integrou a coletânea “Jovens Talentos”, o que impulsionou sua carreira. Aos 17 anos, resolveu cantar como dupla. Chegou a gravar alguns trabalhos em CD, mas não teve o resultado esperado. Em 2010, seguiu novamente em carreira solo, desta vez com o CD e DVD “Efeitos”, com participações de artistas de renome nacional, como Jorge (da dupla Jorge & Mateus), Gusttavo Lima e Humberto & Ronaldo. A música que dava nome ao projeto foi seu primeiro sucesso, somando 5 milhões de acessos no YouTube. Com o primeiro hit, voltou ao programa de Fausto Silva, onde foi premiado por votação direta do público, e garantiu a sua participação em um dos maiores festivais sertanejos do Brasil, o Sertanejo Pop Festival 2012, que aconteceu em São Paulo. Já eleito uma das revelações do sertanejo, lançou em 2012 o segundo álbum, “Ao Vivo em Goiânia”, com participações de Bruno & Marrone, Fernando & Sorocaba, Israel & Rodolffo, seu pai João Reis, entre outros. Neste mesmo ano, chegou a ser preso por excesso de barulho em festa em um condomínio de luxo na região sul de Goiânia, mas foi solto mediante fiança. Em 2013, Cristiano lançou o CD “Continua”, com os sucessos “Maus Bocados” e “Caso Indefinido” (UOL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário