quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Pelo menos doze pessoas foram mortas em menos de 24hs na Paraíba

Pelo menos doze pessoas foram assassinadas entre a véspera e Dia de Natal na Paraíba. Um levantamento feito pela Delegacia de Homicídios de João Pessoa constatou que nove assassinatos foram registrados na região metropolitana da Capital paraibana, entre a quarta (24) e a manhã desta quinta-feira (25). De acordo com a Polícia Civil, o último homicídio ocorreu no distrito de Várzea Nova, na cidade de Santa Rita, na manhã desta quinta. A vítima foi uma mulher que teria deficiência mental. A jovem foi encontrada morta por trás de uma molaria com perfurações provocadas por arma branca. Ainda segundo a PC, a mulher era homossexual e mantinha um relacionamento amoroso com uma mulher, que está desaparecida. Ainda na quinta, um jovem foi assassinado com um tiro de espingarda calibre 12 no rosto. O crime ocorreu no bairro de Mandacaru, na localidade conhecida como ‘Beco de Zé Borges’. Os pais da vítima informaram que o jovem estava em liberdade por ter sido beneficiado com o indulto de natal. No bairro Pedro Gondim, um jovem foi morto porque teria presenciado um casal sendo assaltado. A Polícia Militar revelou que a vítima estava na companhia de uma mulher e dirigia um carro quando ao passar por uma das principais ruas flagrou homens em motos praticando assalto. Os suspeitos reagiram e efetuaram um tiro contra o rapaz. Ele perdeu o controle da direção e invadiu o muro de uma residência. O homem morreu dentro do veículo, conforme atestou o Samu. A vítima vinha de uma casa de show no bairro de Mandacaru. Foram registrados ainda homicídios nos bairros Alto do Mateus, Mangabeira, Ipês e Cristo Redentor, na Capital. Os corpos foram levados para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), no bairro do Cristo Redentor, para necropsia. Mais crimes Na cidade de Borborema, no Brejo do estado, José Augusto da Silva, 22 anos, foi morto com golpes de foice na cabeça. Segundo a Polícia Militar, o jovem foi assassinado depois de ter se envolvido em uma discussão com o suspeito, que está desaparecido. Na cidade de Sapé, na Zona da Mata paraibana, um jovem foi morto com um tiro de espingarda calibre 12. A polícia local informou que a vítima seria usuária de drogas. A motivação do crime ainda é desconhecida. Na cidade de Lagoa Seca, no Agreste do estado, um jovem suspeito de ter participado da morte de um líder comunitário, foi assassinado durante um emboscada. A vítima foi morto com um tiro de espingarda calibre 12 na cabeça. Durante os disparos dois adolescentes foram feridos. Os acusados ainda não foram identificados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário