sexta-feira, 1 de novembro de 2013

EM QUIXADÁ-CE;PEDREIRO EM CARRO DESGOVERNADO DESTRÓI VARANDA DE CASA E ATROPELA A DONA

Um carro desgovernado, uma varanda destruída e uma dona de casa gravemente ferida. Esse foi o desfecho trágico da curiosidade do pedreiro Antonio de Paulo Silva Queiroz, 38 anos, na manhã desta quinta-feira, 31 de outubro, em Quixadá. Segundo o Centro de Operações Policiais Militares (Copom) do 9º Batalhão Policial Militar (BPM) o acidente ocorreu no bairro São João, na periferia desta cidade do Sertão Central. O pedreiro se apossou do Fiat Pálio placas NUR 1516, pertencente a sua irmã e sem possuir nenhuma experiência resolveu dirigi-lo. Ele perdeu o controle do carro e invadiu uma calçada provocando o grave acidente. Curiosamente, mesmo havendo vários obstáculos na rua, o automóvel subiu a calçada, passando entre postes, árvores e as paredes das residências. O veículo só parou após derrubar as colunas de madeira da casa da vítima, provocando o desabamento do telhado, e atingir uma árvore uma motocicleta e um árvore mais a frente. Ainda de acordo com o Copom do 9º BPM o pedreiro foi detido e conduzido ao posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Quixadá, onde foi submetido a exame etílico. O resultado foi negativo. Em seguida Antonio de Paulo foi apresentado na Delegacia Regional da Polícia Civil. Ele alegou que havia ficado curioso em saber como era dirigir um carro. Acabou se assustando e provocando o acidente. O pedreiro também confirmou não possuir carteira de habilitação (CNH). Após ser interrogado o pedreiro foi liberado. Ele aguardará as investigações acerca do acidente em liberdade Enquanto o pedreiro retornava para casa, a vítima, uma senhora de 47 anos, recebia os primeiros socorros no Hospital Municipal Eudásio Barroso. Ela sofreu lesões de natureza grave. Foi atingida, principalmente na cabeça, pela coberta da varanda de sua casa. Segundo uma vizinha, conversava com uma amiga na calçada quando avistaram o carro desgovernado. A amiga correu para o outro lado da rua, mas ao avistar sua neta, de apenas dois anos, no curso veículo, a dona de casa preferiu salvar a criança, que apenas sofreu escoriações ao ser salva pela avó que em estado grave foi transferida para o Instituto José Frota (IJF), de Fortaleza. Fotos > Cleumio Pinto Fonte;Diário Sertão Central

Nenhum comentário:

Postar um comentário