sexta-feira, 11 de outubro de 2013

BELÉM-PB. Homem é assassinado com golpe de faca peixeira e o acusado foi quem informou a polícia.

Uma amizade que terminou em tragédia. Amigos inseparáveis, Júlio Alexandrino da Silva, de 32 anos, residente na Rua Padre Tavares, em Belém e Antônio dos Santos, residente na Travessa Nossa Senhora da Conceição, também em Belém; participavam de várias pescarias e era comum encontrar os dois juntos pelas Ruas da cidade. Na tarde desta sexta-feira, 11 de Outubro, uma discussão, ainda por motivos desconhecidos, terminou com um deles assassinado. Os amigos participavam de uma pescaria em um açude no sítio picada, Zona Rural de Belém. Amigos que acompanhavam os dois contaram à polícia que estavam um pouco distante quando ouviram Júlio gritar. Ao chegar no local já encontrara a vítima se agonizando com um ferimento provocado por uma faca na altura da virilha. Informada do ocorrido a polícia chegou rápido ao local e encontrou, segundo o Cabo PM C. Alberto, Júlio ainda com vida. Minutos depois a equipe do SAMU de Belém chegou para os primeiros socorros, mas era tarde demais, a vítima não resistiu ao ferimento e acabou morrendo ali mesmo. O acusado não foi preso, porém uma atitude do assassino chamou atenção. Depois de desferir o golpe no amigo, Tôtinha, como é mais conhecido o homicida, foi até a delegacia da cidade e informou para o escrivão que haviam ferido um homem a golpes de faca peixeira, que estaria sendo socorrido para o hospital. Depois disso ele teria desaparecido. A polícia não sabe explicar a atitude do assassino. Na cena do crime, um litro de cachaça denuncia que os envolvido bebiam no momento da discussão que terminou com a morte do Júlio. O corpo da vítima foi encaminhado para o GEMOL para passar pelo exame cadavérico.fonte http://www.blogdomago.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário