segunda-feira, 8 de julho de 2013

Polícia investiga aposta de R$ 2,2 mi em Weidman, diz site

Montante é considerado incomum para lutas de MMA O mundo do MMA ainda está procurando digerir a derrota de Anderson Silva para Chris Weidman no UFC 162, disputado no último sábado (6), em Las Vegas (EUA). Com isso, surgem diversas teorias e, muitas delas, visando colocar em xeque a legitimidade do triunfo do americano. Pouco depois do evento, o próprio presidente do UFC, Dana White, veio a público para falar sobre o assunto e chamou de "a coisa mais idiota do mundo" essa suspeita de armação. Agora, no entanto, aqueles que acreditam nas "teorias conspiratórias" ganharam mais um forte argumento. De acordo com o site "Middle Easy", uma aposta de 1 milhão de dólares (cerca de R$ 2,2 milhões) por uma vitória de Weidman está sendo investigada pela polícia e pelo Gaming Control Board, órgão que regula as apostas em cassinos em Las Vegas. A aposta teria chamado a atenção das autoridades porque não é comum se apostar tanto dinheiro em lutas de MMA nos EUA. O apostador, que ainda não teve sua identidade revelada, acabou levando para casa 3,2 milhões de dólares (cerca de R$ 7 milhões), já que uma vitória do americano estava pagando 3,2 vezes o valor apostado. Por ordem da Justiça, a investigação seguirá em sigilo. Entrevista da discórdia Também hoje ganhou repercussão uma entrevista dada pelo próprio Anderson Silva antes da luta à TV “Sports Net Canada”. Nela, Spider narra qual seria o final perfeito para aquele combate e diz que seria vitória de Chris Weidman, a quem ele chama de "melhor do mundo". A entrevista é feita em tom de brincadeira, mas deixa até o repórter sem saber o que dizer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário