segunda-feira, 8 de julho de 2013

MC Daleste leva tiro na frente de 3 mil fãs

Cantor morreu no hospital. Polícia ainda não tem ideia de quem fez o disparo no meio do show A Polícia Civil de São Paulo vai abrir só hoje inquérito para investigar a morte do funkeiro Daniel Pellegrine, o MC Daleste, de 20 anos, baleado em cima do palco quando se apresentava em Campinas (SP), na noite de sábado - o cantor morreu na madrugada de ontem, quando era operado no Hospital Municipal de Paulínia, para a retirada do projétil, que acertou o seu abdômen. A perícia no local do crime já foi feita, mas ainda não há suspeitos ou hipóteses sobre a motivação do assassinato. Uma pessoa da plateia, que filmava o show bem de perto do palco, flagrou o exato momento em que o funkeiro foi baleado e caiu. O vídeo foi postado no Youtube. De acordo com o centro de comunicações da Polícia Civil de São Paulo, o inquérito será oficialmente aberto hoje, mas peritos foram até o local do homicídio e chegaram a ouvir algumas testemunhas. MC Daleste - conhecido por músicas ligadas ao chamado ‘funk ostentação' e hits como "Mais Amor, Menos Recalque", "Angra dos Reis" e "Todas as Quebradas" - era a última atração da festa realizada no Conjunto Habitacional de Campinas, no bairro San Martin. O show do cantor foi uma surpresa para o público de mais de três mil pessoas. Na conta oficial de Daleste no Twitter, o produtor do MC escreveu que o funkeiro "está junto a Deus e à mãe dele". O corpo do cantor foi levado ontem à tarde para a cidade de São Paulo, onde será enterrado hoje, às 9h. fonte meia hora ..

Nenhum comentário:

Postar um comentário